Casamento: Juliana e Rafael

Um dia de vento. Passou voando.

Foi essa a sensação que a Jú me contou que ficou do seu casamento: a de que passou tudo voando.

E passa mesmo, Jú! Chega a ser um clichê eu dizer isso. Eu me casei há dez anos e ainda me lembro da sensação de que eu não aproveitei nada da festa. Me lembro dos convidados vindo se despedir de mim e eu pensando “mas já???”. Cheguei a pensar que algo estivesse dando errado, que a comida tivesse acabado, sei lá. Mas não, estava tudo certo. É que os noivos realmente ficam tão cheios de adrenalina, na maioria dos casos, que não percebem o tempo passar. 

A gente quer abraçar todo mundo, quer dançar, QUER COMER (rs), quer poder parar por dois minutinhos para apenas apreciar todo o seu casamento. Mas não, a noiva não tem dois minutinhos. O tempo passa voando.

Voando como o véu da Jú que, para minha alegria, insistia em ficar dançando no ar durante a sua cerimônia. 

Que vento forte naquele dia. Que cerimônia mais linda de se ver. 

Local: Fazenda Santa Gertrudes

Using Format